Solicita Cotización

Número incorrecto. Por favor, compruebe el código del país, prefijo y número de teléfono.
Al hacer clic en 'Enviar' confirmo que he leído los Política de Privacidad y acepto que mi información anterior sera procesada para responder a mi solicitud.
Nota: Puedes cancelar tu consentimiento enviando un email a privacy@homify.com con efecto futuro

O piso certo para cada ambiente

Patricia Smaniotto – homify Patricia Smaniotto – homify
Google+
Loading admin actions …

Um elemento importantíssimo da decoração da casa é o revestimento escolhido para o piso de cada ambiente. Cada cômodo tem as suas necessidades próprias, dependendo se são áreas “secas”, como o quarto, a sala de estar, o hall de entrada e o quarto das crianças, ou “molhadas”, como a cozinha e o banheiro.

É essencial que o piso escolhido se harmonize com a decoração e o estilo do cômodo, mas que também seja fácil de limpar e manter. Há pisos os mais variados, com preços, características e durabilidade diferenciados.

Entre os mais utilizados estão a madeira, os pisos laminados, os pisos cerâmicos, os azulejos, as pastilhas, o porcelanato, o mármore, o granito, o cimento queimado e até a madeira de demolição. Cada um apresenta qualidades que o faz mais ou menos adequado para um determinado cômodo.

Confira a seguir quais são as opções de revestimento de piso para os ambientes da sua casa e faça a melhor escolha!

Hall de entrada

Esse (geralmente) pequeno cômodo é o primeiro a revelar a personalidade e o estilo dos moradores. Por isso, todos os detalhes devem ser muito bem escolhidos, incluindo o piso. Se o objetivo é dar um toque de elegância, o mármore é insuperável. Além disso, ele tem a vantagem de ser apresentado em uma ampla gama de cores e texturas, sem falar da durabilidade, suportando bem o trânsito de pessoas. Outra alternativa campeã é a madeira, clara ou escura, que deixa o espaço aconchegante, acolhedor e convidativo. Também é bastante resistente e combina com quase qualquer estilo de decoração, do clássico ao minimalista, do rústico ao moderno, do escandinavo ao campestre. Outra opção é o piso cerâmico, que também apresenta durabilidade e inúmeros padrões e estilos. Utilizando-se por exemplo azulejos brancos e pretos obtém-se um visual retrô, enquanto peças em tons mais ousados dão um toque irreverente e moderno. E para quem quer outra possibilidade menos definitiva, o uso de tapetes pode dar um ar quente e acolhedor ao espaço sem grandes mudanças estruturais, mas com uma ampla gama de cores, padróes e estilos.

Cozinha

O piso ideal para a cozinha, que é uma área molhada, é aquele que apresenta durabilidade, é fácil de limpar, valoriza o ambiente e combina com o mobiliário e os eletrodomésticos. O piso de cimento queimado, um dos mais baratos, traz um ar rústico à cozinha. Ele pode receber faixas decorativas com porcelanato, piso cerâmico ou ladrilho hidráulico. Também é apresentado em várias cores, o que pode muito criativo, sendo usados mesmo em ambientes em estilos modernos. Já o piso de porcelanato confere um ar moderno e funcional à cozinha, é de fácil limpeza e não absorve água, o que evita manchas. Ele é vendido em placas de diversos tamanhos, em modelos, texturas e cores, podendo imitar outros materiais como madeira, couro, pedra, cimento queimado, tecido, metal e fibra natural. Os tipos de porcelanato para se colocar na cozinha são o esmaltado, o acetinado e o natural, pois são fáceis de limpar, não gruda gordura, são resistentes à água e têm altíssima durabilidade. Já o piso de granito é moderno e prático, resistente à infiltração de líquidos e a batidas. Encontrado em vários padrões e cores, é considerado um material nobre que valoriza o imóvel. Muito parecido com o porcelanato, o piso de cerâmica é feito de barro e, portanto, menos resistente. Ele se apresenta em várias cores, texturas, padrões e estilos, inclusive imitações de outros materiais, é fácil de limpar, resistente a manchas e à água e pode ser encontrado nas formas quadrada e retangular. Já o piso epóxi – que é um piso monolítico à base de resina – é fácil de limpar, não trinca, não infiltra água não gruda gordura, apresenta-se em várias cores e tem aparência espelhada. Aconchegante e criativo, o piso de pastilha permite fazer combinações únicas das peças. É fabricado em diversos materiais, como vidro, aço inox, porcelana, cerâmica e mármore. Por fim, o piso de ladrilho hidráulico está em ascensão. Feito de forma artesanal, é um revestimento ecologicamente correto, pois não utiliza energia na sua produção nem fornos que emitem gases poluentes. O design é sempre único e exclusivo e o revestimento costuma imprimir alegria ao ambiente.

Banheiro

Ao contrário da cozinha, o banheiro tem menos opções de piso. Os revestimentos claros, neutros e com texturas discretas são os mais indicados, inclusive porque os tons claros conferem amplitude ao ambiente. O piso cerâmico e as pastilhas de vidro são alternativas interessantes de revestimento, pois se adaptam bem a áreas molhadas, mas o porcelanato é de longe a melhor opção, por ser resistente à abrasão, ter ótima durabilidade e ser de fácil colocação. Apenas evite as versões lisas. pois em contato com a umidade deixam o ambiente escorregadio. Pisos antiderrapantes podem resolver esse problema, mas são muito mais difíceis de limpar. Por fim, evite o uso de madeira no banheiro, já que ela é muito sensível à umidade.

Sala de estar

A madeira ainda é a preferida no revestimento do piso da sala. No caso do projeto de Pauline Kubiak Arquitetura, a madeira maciça de demolição foi a escolhida para a sala de estar. Também pisos laminados que se assemelham cada vez mais a assoalhos de madeira têm sido muito utilizados nas salas de estar, pelas mesmas características conferidas pela madeira natural: aconchego, acolhimento, naturalidade. Mas é crescente o uso de pisos cerâmicos e porcelanatos também nesse espaço, pela variedade de tons neutros, pelo brilho e pela facilidade de limpeza. A melhor opção depende da decoração e do estilo do ambiente, toda uma série de fatores que devem ser levados em consideração.

Quarto

O quarto segue as mesmas regras da sala de estar. A decoração e o estilo devem orientar o revestimento do piso, que em geral é em madeira, laminados e madeira de demolição. Mas há quem prefira o porcelanato também no quarto, especialmente em lugares quentes. Ele também é apreciado pelo brilho, pelos tons neutros e a uniformidade que se obtém na instalação. Sem falar que é mais fácil de limpar. Ele pode dar ao ambiente um aspecto mais clean, que amplia o espaço e dá um ar de modernidade. 

Quarto das crianças

Já no quarto das crianças, a madeira e os laminados são muito comuns, pelo fato de serem aconchegantes e acolhedores, dando um ar caloroso e, portanto, confortável ao ambiente. Como são pisos quentes, as crianças podem andar descalças e se sentir à vontade para brincar, sentar, deitar no chão durante as horas de atividades lúdicas. Mas ainda há uma outra possibilidade bem interessante para esse espaço: os pisos de borracha, geralmente coloridos, que são um fator a mais de segurança para as crianças, já que amortiza as quedas. O fato de ser colorido faz desse piso um elemento decorativo do quarto, que vai muito bem com mobiliário claro e neutro. Para outras dicas sobre pisos, leia este artigo.

Casas de estilo  por Casas inHAUS

¿Necesitas ayuda con tu proyecto? ¡Contáctanos!

¡Encuentra inspiración para tu hogar!